Memória e Resistência em Terra Sonâmbula, de Mia Couto

  • Fabiana Avelino
  • Deividy Ferreira dos Santos
Palabras clave: Literaturas africanas, Mia Couto, Romance, Resistência

Resumen

Resumo: A literatura de Mia Couto transita em um espaço entre a tradição europeia e o saber local. Partindo dessa ótica, recorremos a fontes históricas para pudermos apresentar as fortes ligações existentes entre uma Moçambique desolada por guerras e destruições e a literatura difundida por Mia Couto, particularmente no romance Terra Sonâmbula (1992). Tomando o romance como objeto de análise, observaremos com exatidão a noção de tempo e espaço que configura o cenário da obra, viabilizando os principais episódios que sucedem a narrativa e o efeito de sentido que afeta as personagens, bem como toda uma nação fragilizada pela guerra.

Biografía del autor

Fabiana Avelino

Fabiana Avelino é Graduada em Letras em Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas (UPE). Desde a graduação, vem desenvolvendo estudos voltados para a obra do escritor moçambicano Mia Couto, com especial atenção as seguintes temáticas: construção de identidade(s), Literatura e Memória, Literatura e Sociedade, Tradição oral e as interfaces entre Brasil e África. Participou, no ano de 2016, do grupo de estudo "DISCENS", na Universidade de Pernambuco. Atualmente é Professora de Língua Portuguesa na Escola Municipal Vereador Eliel Peixoto de Melo no município de Vila Neves - Jucati/PE. Tem interesse pelas seguintes áreas: Literaturas Africanas de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira.

Deividy Ferreira dos Santos

Deividy Ferreira dos Santos é Especialista em Ensino de Língua Portuguesa (UCAM), Graduado em Letras em Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas (UPE). Atualmente é professor na EREM Henrique Justino de Melo. Exerceu, como bolsista da CAPES, no período entre 2017-2018, a função de Tutor a distância no curso de Pós-Graduação em Letras na modalidade EAD pela Universidade de Pernambuco UPE/UAB. Atuou como Professor Mediador Voluntário de Língua Portuguesa no Programa Novo Mais Educação em 2017. Atuou como Professor do curso de Português no Programa de Línguas e Informática UPE (PROLINFO) em 2015. É membro efetivo da Equipe Técnica da Revista de Estudos Linguísticos, Literários, Culturais e da Contemporaneidade (UPE).

Publicado
2018-09-29
Sección
Artículos